segunda, 18 de junho de 2018
Trânsito
Compartilhar:

Dez mortos por mês nas estradas da Paraíba

Rammom Monte / 15 de junho de 2016
Foto: Reprodução
O primeiro semestre de 2016 se aproxima do fim e com ele vem um número alarmante. Nos seis primeiros meses do ano, a Paraíba registrou 62 mortes em acidentes automobilísticos apenas nas rodovias federais que cortam o estado. O número traz uma média de aproximadamente 10,3 mortes por mês nas estradas paraibanas. Os dados são da Polícia Rodoviária Federal.

O acidente grave mais recente aconteceu na tarde do último domingo (12) em um trecho da BR-230 próximo à cidade de Cajazeiras. Na ocasião, foram registradas sete mortes. Além disso, duas crianças ficaram gravemente feridas. Elas continuam internadas no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Ainda de acordo com a PRF, neste ano foram 52 acidentes em que houve mortos. Outras 239 pessoas ficaram feridas gravemente. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, não há como apontar uma causa única para os acidentes, mas muitos acontecem por conta dos motoristas acreditarem na própria perícia em dirigir e, principalmente, no conceito de que os acidentes só acontecem com os outros.

Para o órgão, o problema não é só a legislação. Segundo a assessoria, algumas leis são brandas e outras são adequadas. O que precisa ser feito, de acordo com a PRF, para aperfeiçoar os resultados é alterar algumas e, ao mesmo tempo, fomentar os órgãos executores.

Por fim, o órgão afirmou que a conscientização é fundamental e disse que trabalha “diariamente na educação para o trânsito, visando, sobretudo, os usuários do trânsito brasileiro do futuro. Mas enquanto este investimento, que é de médio e longo prazo não torna-se realidade, o endurecimento na aplicação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é fundamental”.

Relacionadas