quinta, 24 de maio de 2018
Trânsito
Compartilhar:

Atenção motoristas: São João pode acabar na primeira ultrapassagem indevida

Aline Martins com assessorias / 21 de junho de 2016
Foto: Rafael Passos/Arquivo
Um dos momentos mais críticos durante uma viagem em uma rodovia é o da ultrapassagem. Quando ela é feita em local proibido ou sem a atenção devida, os riscos de acidentes aumentam bastante, no caso, as colisões frontais. E as consequências são devastadoras. A maior delas, a morte. Os riscos nas ultrapassagens são comuns nas pistas não duplicadas; conhecidas como pistas simples, muito comuns no interior do Estado.

Vamos recordar um pouco das aulas de física. Nas colisões frontais, as velocidades dos veículos são somadas, isto é, se um carro estiver trafegando a 80 km/h e bater de frente com outro que, por exemplo, esteja a 100 km/h, é semelhante a uma colisão de um carro em um prédio de concreto a 180 km/h.

O risco de morte nos acidentes é conhecido como grau de letalidade. No universo de acidentes do tipo colisão lateral, colisão traseira, saída de pista, capotamento ou até mesmo os atropelamentos, a colisão frontal é o de maior letalidade.

Para cada 100 acidentes deste tipo, aproximadamente 45 pessoas morrem, mesmo considerando que este tipo de ocorrência representa apenas 3% de todos os tipos acidentes. De todas as vítimas fatais registradas nos últimos dois anos e meio nas rodovias federais na Paraíba, 25% delas estavam envolvidas em colisões frontais.

Acidentes do tipo colisão frontal

- 2014: 103 acidentes, 65 pessoas feridos gravemente e 46 mortes;

- 2015: 90 acidentes, 60 pessoas feridas gravemente e 44 mortes

- 2016 (até 14 de junho): 29 colisões frontais, 29 feridos graves e 11 mortes

 Mau costume 

O motorista também não deve esquecer que toda a circulação no trânsito é feito pela faixa da direita. A faixa da esquerda apenas deve ser utilizada para realizar ultrapassagem e dar preferência aos veículos de maior velocidade. Caso você esteja trafegando pela faixa da esquerda, lembre-se: é “obrigatório” dar passagem para quem solicitar; mesmo que você já esteja viajando na velocidade limite da via. Não dar passagem é “infração de trânsito”.

O artigo 198 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) diz que todo condutor, ao perceber que outro motorista que o segue tem o propósito de ultrapassá-lo, deverá, se estiver circulando pela faixa da esquerda, deslocar-se para a faixa da direita, sem acelerar a marcha. Os veículos mais lentos, quando em fila, deverão manter distância suficiente entre si para permitir que veículos que os ultrapassem possam se intercalar na fila com segurança.

Infração é média, gera 4 pontos e tem o valor de R$ 85,13.

PRF inicia Operação Festas Juninas

A Operação Festas Juninas 2016 da Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta terça-feira (21) e finaliza dia 27. O objetivo é garantir aos usuários das rodovias federais, segurança, conforto e fluidez do trânsito em um dos períodos mais movimentados do ano. Serão priorizadas ações preventivas para redução da violência do trânsito e de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, às ultrapassagens proibidas e envolvendo motocicletas, motonetas e ciclomotores, acidentes estes com alto índice de letalidade. O reforço na fiscalização será concentrado na região de Campina Grande. Em junho há um considerável aumento do fluxo de veículos nas rodovias federais devido à realização dos festejos juninos.

As cidades do Agreste e Sertão como Campina Grande e Cajazeiras, por exemplo, atraem milhares de pessoas. A ação abrangerá todas as rodovias federais que cortam a Paraíba, mas aquelas com grande circulação terão uma concentração de reforços, como a rodovia BR-230, que além de absorver praticamente todo o trânsito oriundo dos bairros de João Pessoa, ainda é o principal corredor de ligação entre a capital e demais cidades do interior. Também a BR-101 que margeia o Litoral e a BR-104, que dá acesso à Campina Grande, serão mais policiadas.

54 pessoas flagradas dirigindo alcoolizadas na Paraíba

Neste final de semana, da sexta-feira até o último domingo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) flagraram 54 pessoas dirigindo alcoolizadas nas rodovias federais e vias urbanas do Estado da Paraíba. Além disso, veículos roubados foram apreendidos em Pocinhos, Queimadas e Alhandra. Pelo menos 49 pessoas tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNHs) recolhida. Outras três foram conduzidas à delegacia por dirigirem embriagadas. O Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPTran) também realizou ações nesse período.

BPtran e Detran realizam ações no final de semana

O Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPtran) e Detran-PB também realizou operações no final de semana com intuito de combater as irregularidades no trânsito e também a mistura direção e álcool. Foram apreendidas carteiras de habilitação e alguns veículos, assim como alguns foram presos por dirigem embriagados. Desde o dia 15 deste mês, o Detran-PB está realizando a Operação São João nos princípios festejos juninos.

“O público jovem vem reduzindo consideravelmente, mas ainda é preocupante o número dos condutores infratores que são reincidentes em nossas fiscalizações, requer uma punição exemplar para os mesmos”. Ricácio Cruz - chefe de Divisão de Policiamento e coordenador estadual da Operação Lei Seca

Operações no final de semana

Três operações do BPTran (final de semana)

- Automóveis apreendidos: 8

- Motocicletas e ciclomotores: 21

- Autos de infração: 76

Balanço deste final de semana da Operação Lei Seca - Detran (18 e 19/06/2016)

- Veículos abordados: 426

- Testes de Bafômetro: 488

- Notificações por dirigir sob influência do álcool: 24

- CNHs Apreendidas: 21

- Conduzidos a delegacia: 1

- Remoções: 9

- Notificações diversas: 51

* Autuações inerentes ao Código de Trânsito Brasileiro

Dicas para uma viagem segura

Para quem vai viajar nesse feriado a PRF recomenda aos motoristas que planejem sua viagem, tenham atenção, cautela, tolerância no trânsito e pratiquem a direção defensiva. Antes de pegar a estrada, fazer uma revisão preventiva no carro ou moto, examinando as condições de freio, fluídos, suspensão, pneus e estepe. Verificar também os equipamentos obrigatórios e o sistema de iluminação e não esquecer a documentação obrigatória, tanto pessoal quanto ao do veículo.

PRF: 191 (emergência 24 horas)

Relacionadas