quinta, 19 de julho de 2018
Segurança
Compartilhar:

Evento em JP aborda segurança na montagem e manutenção de elevadores

Redação com assessoria / 08 de junho de 2016
Foto: Divulgação
A segurança na montagem e manutenção de elevadores estará na pauta de discussões do VI Seminário Nacional de Engenharia Forense. O evento será realizado até esta sexta-feira (10), em João Pessoa. Nesta quinta-feira (09) a palestra será ministrada pelo engenheiro Carlos Antunes, Gerente Nacional de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional da área de negócios Elevator Technology da thyssenkrupp para o Brasil.

O público-alvo envolve peritos criminais, promotores de justiça, juízes, defensores públicos, delegados, advogados, policiais federais, civis e militares, além de técnicos, engenheiros, pesquisadores e acadêmicos das áreas abordadas.

Com mais de 25 anos de experiência na área de segurança do trabalho, o engenheiro Carlos Antunes vai abordar temas como: principais riscos de acidentes gerados pelas obras durante a montagem dos elevadores; tópicos da atual norma para a instalação de elevadores - a NM Mercosur 207/99; sistemas e equipamentos contra quedas e para resgate e processos de montagem e equipamentos.

Sobe e desce seguro

Segundo Carlos Antunes, o uso de equipamentos de proteção individual EPI’s e de proteção coletiva EPC’s está previsto em Norma do Ministério do Trabalho, mas sua aplicação e uso efetivo dependem de outros fatores, como a conscientização dos principais atores envolvidos no processo, desde a construtora, passando pelos fornecedores até os trabalhadores envolvidos na obra. “Temos relatos de queda de materiais que passam pelo vão da porta do elevador com riscos sérios para a vida dos trabalhadores”, relata.

Os procedimentos de segurança para a instalação dos elevadores são os mesmos para qualquer tipo de construção, visto que os processos de trabalho são padronizados. Porém, quanto mais alto for o edifício e mais veloz o elevador, o grau de complexidade aumenta. Além disso, quanto maior o empreendimento, normalmente, maior o número de trabalhadores atuando e, consequentemente, aumenta o risco em função do volume de movimentações, sejam de materiais ou pessoas dentro do canteiro de obras.

Na manutenção dos equipamentos, uma das preocupações é com as condições físicas do poço do elevador e da casa de máquinas, locais onde o técnico passa a maior parte do tempo durante as visitas técnicas. “Muitas vezes, o condomínio não possuiu iluminação no poço do elevador, por exemplo, item extremamente necessário para que o técnico tenha condições de exercer suas funções plenamente”, explica o Gerente da thyssemkrupp.

Ainda como parte da política de segurança da empresa, a thyssenkrupp promove ações  de conscientização para diferentes públicos, visando o bem-estar dos usuários. A palestra de uso correto do elevador é uma delas. Destinada a síndicos, zeladores e administradores de condomínios, a palestra está disponível aos clientes de manutenção da empresa. E para orientar as crianças, a empresa realiza no mês de outubro a ação Faça a coisa Certa com o objetivo de explicar aos pequenos, pais e demais responsáveis como usar de forma correta e segura elevadores, escadas e esteiras rolantes. Nos últimos três anos, a ação sensibilizou mais de 100 mil crianças pelo País.

 

Relacionadas