segunda, 18 de junho de 2018
Saúde
Compartilhar:

Paraíba já tem 881 casos notificados de microcefalia

Da redação com assessoria / 17 de maio de 2016
Foto: Chico Martins / Arquivo
A Paraíba já teve 881 casos notificados de microcefalia de agosto de 2015 até a segunda semana de maio de 2016. Os casos foram registrados em 135 municípios. Destes, 125 foram confirmados com base nos laudos dos exames de imagem e/ou resultados de exames laboratoriais para detecção do vírus zika; 418 descartados para a microcefalia relacionada à infecção congênita e 338 estão sendo investigados. O município que mais registrou notificações foi em João Pessoa, com 338 casos.

Dos casos notificados na Paraíba, 24 evoluíram para óbito, sendo confirmados 11, nos municípios de Sapé (2); São José do Sabugi (1); São João do Rio do Peixe (1); Santa Rita (2); Olivedos (1); Juazeirinho (1); João Pessoa (1); Conde (1) e Campina Grande (1). Três foram descartados e 10 estão sendo investigados.

Sala de Situação

De dezembro de 2015 até abril de 2016 foram registradas 1149 denúncias da população de 55 municípios sobre possíveis focos do mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue, zika, chikungunya).

A Sala de Situação funciona no Espaço Cultural, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, com a presença de representantes da Gerência de Vigilância Ambiental, da SES; Defesa Civil; Polícia Militar; Exército Brasileiro e Corpo de Bombeiros.

Das 1149 denúncias, 919 foram por meio do Aedes na Mira; 81 pelo telefone fixo; 74 via central de atendimento; 37 por celular; 29 pelo whatsapp; seis por email e três por redes sociais.

Além do aplicativo para dispositivos móveis, as denúncias podem ser registradas por meio da Central de Atendimento, pelos números 3218-7303/ 7603/7713 e 0800-281-0023 e 9-8822-8080.

Alô Mãe

O programa de monitoramento de gestantes Alô Mãe também funciona no Espaço Cultural e acompanha, por meio de ligações telefônicas, o processo de cuidado no pré-natal das gestantes, em todo Estado.

No período de 4 de março a 29 de abril, o programa realizou 2.853 ligações para gestantes de 92 municípios. Foram atendidas (atendimento concluído) 969 grávidas. Quanto às condições de saúde, os maiores problemas encontrados foram: infecção urinária; anemia; hemorragia; exantemas (manchas avermelhadas) e violência doméstica.

A partir das informaçõe, disponibilizadas pelas gestantes, será considerado alerta o fato de terem apresentado sintomas e/ou sinais das doenças ocasionadas pelo mosquito (dengue, zika e chikungunya) durante a gestação. Nestes casos, de imediato, serão orientadas a buscarem os serviços de referência, considerando o Protocolo de Atenção à Microcefalia do Estado da Paraíba.

Confira os 10 municípios com o maior número de casos no Estado:

1- João Pessoa- 338 casos

2 Patos – 39

3- Bayeux - 25

4- Sapé - 21

5 - Conde - 20

6- Alhandra e Cabedelo - 19

7 - Mamanguape - 18

8 - Caaporã e Campina Grande - 14

9 - Catolé do Rocha, Pedras de Fogo e Pitimbu - 13

10 - Monteiro, Santa Luzia e Santa Rita - 11

Relacionadas