terça, 25 de setembro de 2018
Saúde
Compartilhar:

Franceses conhecem trabalho de acompanhamento aos casos de zika

Assessoria / 12 de julho de 2016
Foto: Divulgação
Pesquisadores da Universidade de Lion, na França, estão em Campina Grande para conhecer o trabalho da Secretaria Municipal de Saúde de acompanhamento aos casos de Zika Vírus. Os acadêmicos do curso de Farmácia verificaram o trabalho da Vigilância Epidemiológica e devem levar o conhecimento para seu país de origem, onde casos de Zika foram notificados neste ano.

Os pesquisadores estão fazendo uma visita técnica para observar o fluxograma dos profissionais de saúde da cidade, o protocolo da Vigilância Epidemiológica, como é realizada a investigação dos casos suspeitos, a confirmação diagnóstica e todo o acompanhamento e tratamento dos casos confirmados.

Os estudiosos são acompanhados pela professora Thaís Porto, da Universidade Federal da Paraíba. “Eles estão aqui por meio do tratado Brasil-França, de cooperação técnica para desenvolvimento de pesquisas”, disse a docente. Thaís Porto faz parte do Laboratório de Farmacologia Cardiovascular, do curso de Farmácia da Universidade Federal da Paraíba.

Os pesquisadores ainda visitarão o Ambulatório Especializado em Microcefalia e Síndrome da Zika Congênita, do Hospital Municipal Pedro I, o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea) e o trabalho de combate ao mosquido Aedes aegypti, desenvolvido pela Gerência de Vigilância Ambiental e Zoonoses.

Relacionadas