quarta, 18 de outubro de 2017
Saúde
Compartilhar:

Cresce 106% os casos de dengue confirmados na PB e já são 9,5 mil os afetados pela doença

Redação / 01 de setembro de 2015
Foto: Divulgação
Cresceu em 106% o número de casos de dengue confirmados na Paraíba este ano. De acordo com o Boletim Epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (01) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), de janeiro até o dia 22 de agosto foram notificados 23.493 casos suspeitos de dengue. Destes, foram confirmados 9.567, com 4.120 casos descartados. Três já morreram vítimas da doença no Estado. No mesmo período do ano passado a secretaria registrou  6.303 casos suspeitos, sendo que 4.624 foram confirmados e seis pessoas morreram.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega, lembrou que é preciso manter a atenção e os cuidados contra o mosquito. “É relevante destacar que as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti sejam mantidas e planejadas junto à vigilância epidemiológica de cada município para traçarem as metas, de acordo com a situação epidemiológica local”, lembrou Renata.

Mapa da epidemia

Os municípios considerados em epidemia, quando analisado o volume de notificações do mês de janeiro até o presente momento são:

Água Branca, Alagoa Grande, Alagoa Nova, Alagoinha, Alcantil, Alhandra, Aparecida, Arara, Areia de Baraúnas, Areial, Aroeiras, Assunção, Bananeiras, Baraúna, Barra de Santana, Bayeux, Belém, Bernardino Batista, Boa Vista, Bom Jesus, Borborema, Brejo dos Santos, Caaporã, Cabaceiras, Cabedelo, Cachoeira dos Índios, Cacimba de Areia, Cacimbas, Caiçara, Cajazeiras, Caldas Brandão, Camalaú, Capim, Catolé do Rocha, Caturité, Conde, Coremas, Coxixola, Cruz do Espírito Santo, Cuité, Cuitegi, Diamente, Dona Inês, Duas Estradas, Fagundes, Frei Martinho, Guarabira, Gurjão, Ingá, Itabaiana, Itaporanga, João Pessoa, Juarez Távora, Juazeirinho, Junco do Seridó, Juripiranga, Juru, Logradouro, Lucena, Mãe d’Água, Manaíra, Marizópolis, Matinhas, Maturéia, Mogeiro, Monteiro, Mulungu, Nazarezinho, Nova Olinda, Nova Palmeira, Ouro Velho, Parari, Pedra Lavrada, Pedro Régis, Piancó, Picuí, Pilar, Pilõezinhos, Pirpirituba, Pitimbu, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Remígio, Riachão, Riachão de Santo Antônio, Riachão dos Cavalos, Salgado de São Felix, Santa Helena, Santa Rita, Santana dos Garrotes, Santarém, Santo André, São Bento, São Domingos, São João do Rio do Peixe, São José de Princesa, São José do Sabugi, São José dos Ramos, São Mamede, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Grande, Sertãozinho, Sousa, Tavares, Teixeira, Triunfo, Uiraúna, Umbuzeiro, Várzea, Vieirópolis e Zabelê.

Ações - A SES está realizando uma série de ações, entre elas, visita técnica aos municípios que registraram suspeita de óbitos por dengue (Duas Estradas, Marcação, Alhandra, São João do Rio do Peixe, Guarabira, Cruz do Espírito Santo, Santa Rita e Sousa), para acompanhamento e recomendação das ações de vigilância; distribuição de 50 motos para dar suporte às Gerências Regionais de Saúde na supervisão das ações de combate ao mosquito; participação de videoconferência sobre dengue e Chikungunya com equipe técnica do Ministério da Saúde; parceria com a UFPB e Lacen para o isolamento viral de dengue na Paraíba; articulação e adequação da rede de referência para recebimento e condução dos casos graves visando à redução do número de óbitos; e aquisição de oito carros-fumacê.

Relacionadas