segunda, 18 de junho de 2018
Saúde
Compartilhar:

Após reportagem do Correio Online, INSS marca perícia médica do menino Miguel

Alyf Santos / 25 de maio de 2016
Foto: Arquivo pessoal
Há pouco mais de uma semana o Correio Online contou a luta da moradora da zona rural de Casserengue, que há meses se dirige a Solânea em busca de um médico perito que dê um parecer para o caso do seu filho Miguel Macena, de apenas três anos de idade, diagnosticado com leucemia. Ela buscava obter direito ao benefício assistencial pago pelo Governo Federal, por meio do Instituto Nacional do Seguro Social  (INSS) há quase um ano.

LEIA MAIS: Miguel: uma história de luta contra a leucemia e a falta de médico perito no INSS

Mas após a reportagem, uma boa notícia. No dia seguinte à matéria, o INSS entrou em contato com Solange Macena - a mãe do Miguel - marcando o dia da perícia médica. O atendimento do menino, não ocorrerá em Solânea, posto onde Solange deu entrada na documentação do seu filho, e nem em Bananeiras, local informado pelo INSS para os moradores com atendimento na cidade vizinha. Na agência de Solânea não tem perito médico há três anos.

O atendimento do Miguel ocorrerá na próxima sexta-feira (27), no município de Esperança, 45 quilômetros de Casserengue. Segundo o INSS, a perícia do garoto acontecerá lá porque é o município mais próximo com perito médico. “Na impossibilidade de atendimento em APS (Agência) sem perito médico lotado, os requerentes são atendidos em APS (Agência)  próximas com peritos lotados”, disse o órgão.

Para Solange é por causa da reportagem que a sua peregrinação finalmente parece ter chegado ao fim. “Após a matéria que vocês publicaram, eles me ligaram dizendo que marcaram a consulta com o médico perito para Miguel. Tenho que ir à unidade de Esperança, sendo que a minha unidade é em Solânea. Estava no hospital quando ligaram, fiquei super feliz e agradecida ao Correio Online. Graças a Deus, agora é só esperar o dia final dessa grande luta”, comentou a mãe do Miguel.

Relacionadas