Acesso

Cidades
Compartilhar:

População acredita que Lagoa vai ficar mais insegura sem quiosques

Aline Martins / 10 de julho de 2015
Foto: Assuero Lima
Com a retirada dos quiosques e barracas no Parque Solon de Lucena (Lagoa), no Centro de João Pessoa, comerciantes e pessoas que passam e trabalham no local, temem pela insegurança, já que em breve o local se tornará mais evidente com pouca movimentação, principalmente em alguns horários. Na área, há um posto da Polícia Militar, mas que só funciona em horários estratégicos, e também guardas municipais, que se sentem tão inseguros quanto o cidadão comum. Dos 41 quiosques instalados no local, três já deixaram o espaço.

O posto da PM não funciona 24 horas, ou seja, não há segurança armada para proteger as pessoas que passam pelo local. Ontem, por exemplo, a reportagem ficou menos de uma hora – das 11h às 11h48 – e ao fim desse tempo não havia mais nenhum policial. Segundo o sargento Aléssio Nascimento, ficam equipes em horários estratégicos. “Fica uma equipe nos horários críticos – 11h e 17h – e à noite fica uma viatura fazendo rondas”, informou.

Para a vendedora Cristina Sabino, quanto menos pessoas circulando mais esquisito fica a área. “A insegurança está em toda a parte e se tiver gente pior ainda”, afirmou.

Relacionadas