quinta, 22 de fevereiro de 2018
Policial
Compartilhar:

Torcedores envolvidos em briga em João Pessoa são liberados pela polícia

Por Hyldo Pereira do Portal Correio / 11 de julho de 2016
Foto: Reprodução
Os torcedores time do ASA de Alagoas foram liberados depois de serem ouvidos pela Polícia Civil, em João Pessoa, ainda na noite desse domingo (10). O grupo formado por cerca de 60 jovens foi detido pela Polícia Militar durante uma briga entre as torcidas do time alagoano e do Botafogo-PB.

De acordo com o delegado Isaias Olegário, coordenador plantonista da Central de Flagrantes da Polícia Civil, os torcedores levados para Central de Polícia foram às vítimas e não ficaram presos porque não cometeram crimes.

“Foram trazidos para a Central de Flagrantes apenas os torcedores do ASA, que são as vítimas. Erroneamente os policiais militares são prenderam os torcedores do Botafogo, que foram os agressores. Não tínhamos com prender ninguém porque não havia crime. Os torcedores alagoanos foram ouvidos, liberados, mas perderam de assistir o jogo no Almeidão”, falou o delegado.

Segundo Olegário, os torcedores do ASA comunicaram à Polícia Militar sobre o possível confronto. “As vítimas relataram que ligaram para o 190 informando, antecipadamente, da recepção que os torcedores do Belo fariam a elas. Quando o ônibus trazendo os jovens de Alagoas chegou ao Posto da PRF, em Bayeux, apenas uma viatura da PM fez a escolta. Quando o veículo passou pelo viaduto de Oitizeiro, os cerca de 100 torcedores do Botafogo jogaram pedras de paralelepípedos, paus e tiros contra o transporte”, explicou.

Os torcedores alagoanos revidaram e houve um confronto. “Durante a briga, houve torcedores alagoanos feridos e o ônibus ficou bastante danificado. Janelas quebradas e lataria amassada. Um integrante da torcida do Botafogo ficou ferido e continua internado no Hospital de Trauma da Capital. vamos esperar ele receber alta para ouvi-lo”, falou Isaias Olegário.

O Portal Correio entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Militar da Paraíba, que ficou de mandar um nota sobre o caso.

Correção: no domingo, a Polícia Militar divulgou que os presos seriam cerca de 70 integrantes das torcidas do Botafogo e ASA, mas a Polícia Civil confirmou que apenas serão foram levados para a Central de Flagrantes e foram todos torcedores do ASA.

Relacionadas