quinta, 19 de julho de 2018
Policial
Compartilhar:

Polícia investiga maus tratos a criança especial morta em Sumé

Érico Fabres / 29 de agosto de 2016
Foto: Divulgação
Uma criança portadora de necessidade especial de 9 anos morreu no sábado (27) na cidade de Sumé. A mãe da criança ligou para o Hospital Alice de Almeida por volta das 7h20 da manhã informando da morte e solicitando o laudo médico. Mais tarde foi constatado que ela havia se afogado com o próprio suco gástrico. De acordo com Lindomario Bezerra Cavalcante, presidente do Conselho Tutelar da cidade, em julho o órgão havia recebido denúncia anônima de maus tratos da menor.

Na época da denúncia, o conselho foi até a casa e constatou a situação de desnutrição da menina e advertiu a mãe para que se tal fato continuasse o caso não só seria levado para a polícia como também a promotoria de Justiça. Após a morte, a mãe teria afirmado a uma conselheira que a criança havia passado mal na quinta-feira e que ela levaria sábado (no dia da morte) ela ao posto de saúde que fica a 100 metros de sua casa, segundo Cavalcante.

O corpo foi encaminhado para o IML, onde o laudo constatou “asfixia por aspiração de conteúdo gástrico e desnutrição protéica calórica”. Desnutrição proteico-calórica é uma forma de desnutrição na qual se verifica o consumo insuficiente de calorias ou proteínas, literalmente traduzindo: fome.

 

Relacionadas