quarta, 13 de dezembro de 2017
Policial
Compartilhar:

Enquanto vigia dorme, escola de Campina Grande é arrombada pela 5ª vez

31 de julho de 2015
Arrombada e assaltada pela quinta vez só este ano e com um prejuízo que já ultrapassa R$ 30 mil, a Escola Municipal Nenzinha Cunha Lima, no bairro de José Pinheiro em Campina Grande, estava sem vigilante durante a última ação dos bandidos. A denúncia é de funcionários e pais de alunos. Eles afirmam que o vigia vai à escola, acende as luzes e vai dormir em casa.

Os criminosos arrombaram o cadeado e forçaram a porta. Não há câmeras de monitoramento nem alarme. foram roubados DVDs, material de limpeza, bolas de vôlei e garrafões de água mineral. Segundo o funcionário Adailton dos Santos, os equipamentos de segurança foram retirados, depois que a prefeitura não pagou pelos serviços. “O vigia da noite vem aqui, acende a luz e vai embora. Desde janeiro está sem câmera”, disse.

Apelo por patrulha escolar 

A secretária de Educação Iolanda Barbosa, disse em entrevista à Correio FM, que a Secretaria está apurando a ausência do vigilante na escola. “Fiquei surpresa porque na madrugada de segunda já teve um arrombamento na escola. A violência está muito grande na rede municipal. Tínhamos a patrulha escolar, que foi desativada, e sentimos muito a falta dela. Pedimos a sensibilidade do Estado para que garanta o retorno da patrulha escolar para tornar mais eficiente o monitoramento externo”, apelou.

Relacionadas