segunda, 16 de outubro de 2017
Policial
Compartilhar:

Rastreado: aparelho celular pode virar ‘arma’ contra roubo de veículos

Redação / 13 de agosto de 2015
Foto: Arquivo
O Jornal Correio da Paraíba publicou, em sua edição dessa quarta-feira (12), um número assustador: 64% dos roubos de veículos no Brasil ocorrem sob ameaça e violência, conforme pesquisa feita pela seguradora Bem Mais Seguro, com base em dados do site Onde Fui Roubado, entre julho de 2014 e junho de 2015. E em meio a essa violência o celular pode ser o instrumento ideal para reaver o carro levado por bandidos.

O delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos em João Pessoa, Luiz Eduardo Montenegro, afirmou que, caso a vítima não consiga evitar o furto, o aparelho celular pode ajudar a encontrar o carro roubado. "Deixar o celular no carro pode facilitar o rastreamento, pois em muitos casos o uso dessa ferramenta ajuda a localizar onde ele foi deixado”, informou.

LEIA MAIS: Sem carro e sem paz: 64% dos roubos a veículos ocorrem sob ameaça

Segundo Luiz Eduardo, em muitos casos as vítimas sofrem esse tipo de atentado por falta de atenção. O delegado elencou alguns cuidados que podem ser tomados para que o cidadão evite ser alvo de ladrões de veículos.

Confira as dicas dadas pelo delegado Luiz Eduardo Montenegro



  • Ficar parado em ruas, mexendo em celular ou procurando alguma coisa que esteja dentro do veículo é totalmente desnecessário e não deve acontecer.


  • Ter muita atenção no embarque e desembarque do veículo, verificando se há alguém ao redor mesmo que esteja bem vestido ou mal vestido.


  • Se o motorista estiver chegando em casa, deve verificar se tem alguém ao redor, e se vir alguém estranho, dar uma volta no quarteirão até que o indivíduo não esteja mais lá.


  • Se estiver estacionando em lugares privados, deve verificar também na saída se tem alguém estranho, se tiver, informar ao dono do estabelecimento




*A Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), com base em informações da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds), somou, nos primeiros cinco meses deste ano, 1.199 roubos e furtos de veículos na Paraíba.

 

Relacionadas