domingo, 27 de maio de 2018
Policial
Compartilhar:

Acusado de esfaquear Warley é solto; ex-jogador recebe alta do hospital

Ainoã Geminiano / 01 de Fevereiro de 2018
Foto: Reprodução
Representantes de entidades da segurança pública da Paraíba fizeram uma manifestação, na manhã de ontem, no Centro de João Pessoa. A categoria cobra melhores condições de trabalho, além de valorização salarial. Eles alegam que os policiais civis paraibanos recebem o pior salário do País. Eles também protestaram contra o corte no ponto que algumas categorias receberam durante a paralisação feita em dezembro de 2017.

O grupo se concentrou no Lyceu Paraibano e seguiu em caminhada para a Praça João Pessoa. No percurso, eles carregavam faixas com mensagens do tipo ‘Polícia Civil, melhor polícia do Brasil, pior salário do País’. A caminhada dificultou o trânsito em algumas vias do Centro da Capital, mas não impediu o tráfego.

Ao chegar à praça, com um caixão, eles fizeram discurso e levantaram cruzes.

Além das questões salariais, a categoria busca também qualidade na segurança pública da Paraíba. “Buscamos também uma segurança pública de qualidade para toda a população. Então, nós precisamos dar um olhar diferenciado a esses profissionais que atuam no combate à criminalidade”, disse a presidente da Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba, Suana Melo.

Estado

O secretário de Comunicação Institucional, Luis Tôrres, afirmou que “esse governo foi o que mais reajustes deu à Polícia Civil nas últimas décadas. Esperamos que a categoria compreenda o momento econômico que vivem os estados atualmente. Respeitamos todas as reivindicações, desde que elas não tenham motivação político-partidária”.

 

Relacionadas