segunda, 21 de maio de 2018
Cidades
Compartilhar:

Pesquisa põe JP e CG entre as mais violentas do mundo

Ainoã Geminiano / 10 de Março de 2018
Foto: Reprodução
pesquisa-poe-jp-e-cg-entre-as-50-cidades-mais-violentas-do-mundo
Todos os anos a ONG mexicana Conselho Cidadão pela Seguridade Social Pública e Justiça Penal apresenta uma relação das cidades mais violentas do mundo. A nova edição do estudo, divulgada esta semana, baseada no número de homicídios do ano de 2017, colocou João Pessoa e Campina Grande entre as 50 cidades com maiores taxas de homicídios do planeta. O estudo é baseado em dados oficiais divulgados pelos governos locais e nacionais. Com relação ao ranking anterior, João Pessoa melhorou 13 posições, passando para a 30ª colocação. Já Campina Grande havia saído do ranking e retornou na edição deste ano, na 47ª posição.

O Nordeste é a região do país que abriga o maior número de cidades violentas. Das nove capitais do Nordeste, oito aparecem no ranking, onde só não está São Luiz (MA). Dos oito estados nordestinos citados, apenas Bahia e Paraíba têm mais de uma cidade entre as 50. O estudo não faz análise das características da violência em cada cidade. No caso das cidades que têm oficialmente reconhecida uma região metropolitana, a pesquisa leva em conta os dados das cidades que compõem a região.

Com base na metodologia das regiões metropolitanas, os dados de João Pessoa foram somados aos assassinatos ocorridos também nas cidades de Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Lucena. Com isso, a capital paraibana é detentora de uma taxa de 49,17 assassinatos por cada 100 mil habitantes, ficando à frente de regiões mais populosas do mundo como Detroit e New Orleans (EUA), Durban (África do Sul), e Cúcuta (Colômbia), além de diversas cidades de Honduras, México, Porto Rico e Venezuela.

Já Campina Grande aparece com uma taxa de 37,29 assassinatos para cada 100 mil habitantes, resultado de 153 homicídios em 2017. A cidade paraibana ficou à frente de Teresina (PI), Vitória (ES) e Cúcuta (Colômbia) no grupo das 50 mais violentas do mundo.

Na apresentação, os responsáveis pela pesquisa dizem que o objetivo do ranking é "chamar a atenção para a violência nas cidades, particularmente na América Latina, para que os governantes possam se ver pressionados a cumprir o dever de proteger os cidadãos, garantindo o direito de segurança pública". Procurado pela reportagem do Correio, o secretário executivo de Segurança da Paraíba, Jean Nunes, afirmou que a secretaria vai analisar os dados para poder e posicionar. “Conheço a organização que fez o estudo, mas ainda não cheguei a ver o documento atual”, afirmou.

As capitais nordestinas entre as 50 mais:

 

































































































POSIÇÃO CIDADE TAXA DE HOMICÍDIOS
Natal (RN) 102,56
Fortaleza (CE) 83,48
14ª Maceió (AL) 63,94
18ª Aracaju (SE) 58,88
22ª Recife (PE) 54,96
25ª Salvador (BA) 51,18
30ª João Pessoa (PB) 49,17
48ª Teresina (PI) 37,05


 

Relacionadas