terça, 25 de fevereiro de 2020
João Pessoa
Compartilhar:

MPF, ambientalistas e índios se manifestam para defender o Rio Gramame em JP

Érico Fabres / 14 de setembro de 2015
Foi realizada, nesse domingo (13), a primeira de 12 manifestações do Ocupa Gramame pela despoluição e revitalização do rio, dessa vez na Ponte dos Arcos. O objetivo é a sensibilização e a conscientização ambiental sobre a importância do local e de sua água, bem como uma cobrança da sociedade, ambientalistas, Ministério Público Federal, Povoado Tabajaras e moradores de João Pessoa e arredores, para que os governantes deem uma atenção maior ao assunto.

Conforme o promotor do MPF, José Godoy, o ministério irá realizar em outubro uma pesquisa para descobrir a origem da poluição do rio, que abastece mais de 70% da metrópole, e então cobrar medidas para minimizar e ter uma atuação mais pontual sobre os casos.

Ele diz que existe um inquérito aberto a respeito do assunto, onde foram constatados mais de 29 metais na água, entre eles o mercúrio, em quantidade cem vezes maior que o aceitável. "É preciso pensar no futuro. Quem diria que São Paulo iria viver a crise hídrica que vive hoje", alertou Godoy.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas