terça, 22 de agosto de 2017
João Pessoa
Compartilhar:

Lei Maria da Penha encoraja mulheres e número de inquéritos ultrapassa os 10 mil

Nice Almeida / 07 de agosto de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
A Lei Maria da Penha pode até ainda não estar intimidando alguns agressores, mas passados noves anos da existência do novo código , as mulheres estão se sentindo muito mais encorajadas a denunciar as ações violentas de seus companheiros contra elas. A delegada da Mulher, Vanderleia Gadi, em entrevista ao site do Jornal Correio da Paraíba, garantiu que o número de denúncias de agressão à mulher subiu desde a criação da lei.

LEIA MAIS: Lei Maria da Penha faz nove anos, mas não intimida agressores

"As mulheres passaram a dar mais crédito e têm se encorajado a denunciar as agressões de seus companheiros", ressaltou acrescentando que o número de denúncias anônimas também subiu. "Não apenas as mulheres, mas também as pessoas que vêm a violência ocorrer têm denunciado. Antes as pessoas costumavam dizer que em briga de marido e mulher não se mete, mas agora elas também estão denunciando", afirmou.

Vanderleia Gadi garantiu que os resultados conquistados a partir da Lei Maria da Penha têm sido positivos. "A partir da lei, todos os casos são tidos como importantes. Se uma mulher se queixando de que foi ridicularizada pelo companheiro ela vai, no mínimo, encontrar uma ajuda psicológica a partir do momento que denunciar", ressaltou.

O Jornal Correio da Paraíba desta sexta-feira trouxe números que impressionam. Somente em Campina Grande e João Pessoa são 10.454 processos em andamento, sendo que na Capital são 8.221 e, na Rainha da Borborema, são 2.223.

O número de mulheres mortas na Paraíba também caíram. Em 2013, 139 foram assassinadas, enquanto em 2014, foram 104.

Relacionadas