sábado, 18 de novembro de 2017
João Pessoa
Compartilhar:

Humanização vira palavra de ordem nas delegacias especializadas da Paraíba

Redação / 11 de agosto de 2015
Foto: Secom-PB
A palavra de ordem no atendimento a LGBTs, mulheres, crianças e negros na delegacias especializadas da Paraíba agora é humanização. Policiais que atendem nessas repartições estão sendo treinados para receber pessoas que estão inseridas em grupos vulneráveis. A capacitação de agentes, escrivães e delegados que vão trabalhar na nova sede da Central de Polícia, no bairro do Geisel, começou nesta terça-feira (11).

Na capacitação, a advogada e gerente de Enfrentamento à Violência da Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana (SEMDH), Joyce Borges, e a delegada Renata Almeida, fizeram o treinamento sobre tratamento humanizado e o fenômeno da violência contra a mulher, além de apresentarem a rede de enfrentamento da violência contra a mulher.

A gerente de Direitos de LGBT, Roberta Schultz, e o delegado de Crimes Homofóbicos, Marcelo Falcone, vão apresentar a teoria sobre a diversidade de segmentos, com foco nas abordagens sobre o acolhimento, tratamento pelo nome social, legislação em vigor, apresentação da rede e estudo de casos concretos.

Para encerrar, o gerente de Igualdade Racial, da SEMDH, Roberto Silva, vai discutir o tratamento humanizado e identificação e abordagem do racismo. “Vamos trabalhar com quesitos raça e cor, a importância da criação e estruturação de uma rede de atendimento e o estudo de casos concretos”, disse Roberto Silva.

Relacionadas