quinta, 21 de setembro de 2017
João Pessoa
Compartilhar:

Festival celebra os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

Ana Daniela Aragão / 14 de julho de 2015
Foto: Rafael Passos
Ontem, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) fez 25 anos. Para comemorar, começou no mesmo dia, na Estação Ciência, a programação do “Festival 25 anos: reivindicAR-TE”. Segundo o Lourenço Delaemi, coordenador da Rede Margarida Pró-Crianças e Adolescentes da Paraíba (Remar) e um dos organizadores do evento, o objetivo é “focar no protagonismo das crianças e dos adolescentes. Que eles sejam protagonistas da própria vida”. Através da arte, os meninos e meninas defendem o Estatuto e não à redução da maioridade penal.

O evento está sendo realizado pela Rede de Proteção Integral a Criança e ao Adolescente de João Pessoa. Ele conta com a participação de crianças e adolescentes dos eixos de atuação da Remar. Vitor Cavalcante, representante do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, destacou a importância da criança e do adolescente na esfera da educação. “Eles nos dão a resposta da realidade. Pra um enfermo é preciso atenção na saúde e para uma criança é a educação e os seus direitos garantidos. Sem eles, não existe tudo isso”, declarou.

Artes de várias cidades

Na programação geral do festival estão previstas apresentações de bandas, encenações teatrais, coreografias, cordel, rap, sorteios de brindes com crianças e adolescentes dos municípios de Alhandra, Bayeux, Cabedelo, Cruz do Espírito Santo, João Pessoa, Lucena, Mari, Santa Rita e Sapé.

Segundo a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Criança e do Adolescente, a promotora Soraya Escorel, falta conhecimento do estatuto na hora de defender a redução da maioridade penal.

George Lucas, 16, usou o seu gosto pelo rap para dizer não a redução da maioridade penal. O garoto se apresentou ontem no auditório da Estação Ciência e cativou a platéia. “Não se resolve as coisas simplesmente colocando o jovem na cadeia. Tem que dar conhecimento para ele. Isso muda”, declarou.

Relacionadas