quinta, 24 de maio de 2018
João Pessoa
Compartilhar:

Comerciante morre ao ser atropelado durante passeio ciclístico na Grande JP

Amanda Gabriel do portal Correio / 06 de Maio de 2016
Foto: Reprodução WhatsApp
Um comerciante de 34 anos morreu, na noite dessa quinta-feira (5), após ser atropelado por um carro na BR-230, em Bayeux, na Grande João Pessoa. Odirley Pereira participava de uma pedalada quando foi atingido pelo veículo. O motorista do carro estava embriagado e foi preso. A informação foi repassada pelo sogro da vítima, Marcone Matias.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 21h15, no quilômetro 31 da rodovia, bem próximo a um posto policial. O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que confirmou alto teor de álcool em seu organismo. Ele foi levado para uma delegacia de Polícia Civil e deve responder por homicídio culposo, segundo a PRF.

Segundo o coordenador do grupo de ciclistas do qual a vítima fazia parte, André Nascimento, mais de 30 pessoas participavam da pedalada. “Estávamos bem organizados, com equipamentos de segurança e sinalização, como manda a lei, mas o motorista acabou invadindo o acostamento e atingindo Odirley. Ficamos todos em choque com a situação”, relatou. Ainda conforme André, a vítima chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, mas já chegou morto.

“Queremos chamar atenção para mais esse caso de violência. Meu genro era um homem bom, trabalhador e deixa uma filhinha de três anos. Ele não merecia isso. A população precisa se conscientizar de que não dá pra misturar álcool e direção porque isso põe em risco vidas. Infelizmente, o meu genro não volta mais, mas podemos evitar mais casos trágicos como esse. Não podemos ficar calados diante de tanto desrespeito com o próximo”, reivindica Marcone Matias.

O coordenador do grupo de pedalada também reclama da falta de segurança no trânsito: “Não é a primeira vez que acontece e, infelizmente, sabemos que não será a última. O risco é constante e as autoridades parecem que não se importam com isso”, lamenta André Nascimento.

O corpo de Odirley Pereira será velado na Central Rosa de Saron, no bairro de Jaguaribe, na manhã desta sexta-feira (6). O sepultamento acontecerá a partir das 16h, no Cemitério Senhor da Boa Sentença, no Centro.

Relacionadas