Acesso

Chuva
Compartilhar:

Dia de São José: esperança de chuvas para o sertanejo

Luís Eduardo Andrade / 19 de março de 2017
Foto: ARQUIVO CORREIO
“Meu divino São José; aqui estou a vossos pés; dá-nos chuva com abundância; meu divino São José.” Os versos da música (oração) de Maria Bethânia refletem bem o sentimento dos paraibanos para o dia de hoje. Narra a crença popular que se chover no dia do santo padroeiro dos trabalhadores, o inverno será de chuvas e mesas fartas.

E na cidade de Serra Redonda, que fica a 113 quilômetros de João Pessoa, no Agreste paraibano, a agricultora Lena, de sobrenome bem sugestivo (dos Santos), é crente nos milagres do pai adotivo de Jesus, por influência familiar.

Seu esposo, José Gonçalves, de nome também peculiar, planta pensando em outro santo: o São João. “Quando é no dia de São José, a gente planta o milho porque é garantia de chover, aí a gente come pamonha no São João.”, diz esperançoso.

Previsão de pouca água. Ao que parece os moradores do sertão paraibano vão ter que rezar mais. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o prognóstico de precipitação na Paraíba não é nada animador. O órgão apurou que no dia do santo as chuvas serão apenas de bênçãos, porque a previsão é de pouca água.

“No dia 19 de março haverá chuvas espaçadas em poucas cidades do Estado.”, afirmou Ednaldo Araújo, do Inmet. Mas segundo ele, os sertanejos não precisam se preocupar, pois as chuvas já começaram em muitas regiões do Estado. “A distribuição é irregular, mas principalmente no litoral e no sertão já estão ocorrendo precipitações.”, constatou.

Também de acordo com Ednaldo, a região metropolitana da Rainha da Borborema está em estado crítico. “A área ao redor de Campina está em déficit há certo tempo, por isso a transposição (do Rio São Francisco) deve ser rápida para suprir essa população”, concluiu.

A ciência explica. A lenda sertaneja diz que se no dia de São José chover, o inverno será de muito mais chuva. E coincidentemente, isso sempre acontece. Alguns invernos são mais demorados que outros, mas a garantia de chuvas é certa. Os agricultores atribuem as bênçãos ao pai de Jesus Cristo, mas a meteorologia constata que o dia 19 de março é a data limite para início das chuvas de inverno.

Mesmo com os prognósticos dos especialistas, Lena declara que a fé dos moradores da região supera qualquer previsão, e crêem em um milagre provido pelo santo. “A gente planta mesmo sem chuva, porque acredita que São José vai fazer a plantação crescer.”, finalizou Lena cheia de otimismo com a chegada do santo dia.

Leia Mais

Relacionadas